Como Ter uma Fé Inabalável – Diminuindo os Pecados

O que é Fé?

A palavra fé vem do latim “fide”, e acontece quando uma pessoa adere de forma incondicional a uma hipótese ou ideia. Onde ela passa a considerar isto como sendo uma verdade, mesmo sem qualquer tipo de prova ou critério exato.
FÉ , duas letras apenas para escreve-la; mas que quando aplicada em nossas vidas, faz uma enorme diferença; mas a Fé não pode ser apenas chamada assim, pois o que precisamos almejar a cada dia é uma Fé Inabalável.

Fé é a “certeza das coisas que se esperam, a convicção de fatos que nós não vemos”, disse o escritor aos Hebreus, no capítulo 11, verso 1. A pessoa que deseja ou escolhe ser um gigante na fé, e não um nanico, fixa seus olhos não no vento, na tempestade, mas em Jesus.
Outra atitude que precisamos ter para não sermos nanicos na fé é forçar a nossa memória para não esquecermos o que Deus já fez por nós. Em Mateus, capítulo 16, perceberemos que aquele que é nanico na fé tem uma facilidade muito grande para esquecer o que Deus está fazendo e já fez. Veja o que diz o texto, nos versos 5 a 12.
O Senhor pode fazer infinitamente mais que pedimos ou pensamos, como disse o apóstolo Paulo em Efésios 3.20. Mas quantas vezes, diante de uma dor de cabeça, por exemplo, esquecemos da cura do câncer que Ele realizara na vida de tantos outros! Talvez você tenha se esquecido daquela ocasião em que estava sem dinheiro algum, quando, então, Deus enviou a provisão da forma que jamais esperava! Aqueles que são nanicos na fé se esquecem com facilidade dos feitos do Senhor, da sua bondade, das suas intervenções miraculosas a seu favor. Quantas e quantas vezes nos esquecemos do agir de Deus?
Isso não pode acontecer. Devemos sempre nos lembrar de tudo o que Deus tem realizado na nossa vida, na nossa história, na história da humanidade.
Para não sermos nanicos na fé, precisamos também valorizar as coisas simples da vida. Os pequenos detalhes manifestam a própria presença de Deus na história. Em Mateus, capítulo 6, versos 25 a 34, vamos encontrar Jesus falando sobre homens de pequena fé.
Quando conseguimos perceber a presença, o controle de Deus na história, nas pequenas coisas, demonstramos um crescimento espiritual. “Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no fogo. Quanto mais a vós outros, homens de pequena fé.”
A ansiedade é um traço de quem é nanico na fé. À medida que vamos percebendo o desafio do Senhor para crescermos na fé, na graça, na comunhão e no relacionamento com o Senhor, podemos dizer, como Davi: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo” (Salmo 23.4). Deus não sente prazer algum em esmagá-lo, em desampará-lo. Ele quer que você seja vitorioso, em nome de Jesus.
Nós não queremos ser anõezinhos na fé, mas gigantes. Para não ser um nanico na fé, é preciso se conscientizar da amplitude do poder do seu Deus. Ele é o dono do céu, da terra e do mar. Para não ser um nanico na fé, é preciso parar de fixar os olhos no vento e olhar somente para Jesus. Para não ser um nanico na fé, é preciso forçar a memória para não se esquecer do que Deus já fez. Para não ser um nanico na fé, é preciso investir na comunhão com Deus. Para não ser um nanico na fé, é preciso valorizar as coisas simples, os pequenos detalhes, que manifestam a presença de Deus na história.
Uma Fé que nos faz crer no impossível, uma Fé que nos permite viver milagres. É desta Fé inabalável que precisamos para viver num mundo, que a cada dia tenta nos afastar de Deus.
Não existe riqueza maior que viver bem
Se perde tempo e saúde juntando dinheiro, depois gasta-se tudo com coisas mundanas, que não tem sentido nenhum, criando um ciclo vicioso que destrói a vida. Nesse momento, não se deve deixar cair nesse ciclo, tenha a consciência de que tudo o que você precisa, Deus te dá: saúde, alegria e amor, o resto é consequência.
O dia de amanhã pertence a Deus, ele tem planos, suas linhas já estão traçadas por ele. O futuro sempre será melhor, pois está sendo construído por você e seguindo o cronograma de Deus, ele está reservando o melhor para o fim.
As armadilhas estão por todos os lados, uma vida de ilusões pode parecer sedutora e até necessária, só que não passam de tentações e coisas passageiras, que nada mais te darão que um momento de falsa felicidade. É preciso se esquivar dessas armadilhas, para uma vida plena e repleta de amor. Se agarre em sua fé quando as tentações insistirem.

Para que nossa fé conduza à salvação, ela precisa centralizar-se no Senhor Jesus Cristo. Ter fé em Jesus Cristo significa confiar Nele e guardar Seus mandamentos. Fé é muito mais do que uma crença passiva. Demonstramos nossa fé por meio das ações pela maneira como vivemos.

Muitas dessas superstições acabam por medo atrapalhando a vida das pessoas. Quando quebra um espelho, passa debaixo da escada ou até mesmo dá de cara com um gato preto. Sem contar as sextas-feiras 13.

Muitas pessoas se apegam a estas crendices popular como uma alternativa de fé. Andam com um pé de coelho, comem lentilhas, batem três vezes na madeira para evitar coisas ruins. E mais uma dezena de outras coisas.

Otimismo:
Embora seja uma ótima qualidade, essencial na vida de uma pessoa, não podemos confundir com fé.

Ser otimista é apenas conseguir ver o lado positivo das coisas. Mesmo diante das situações mais adversas, além de ser esperançoso e acreditar que tudo vai terminar bem.

Pensamento Positivo:
Muitos especialistas têm colocado este sentimento, como a única chave que o ser humano precisa ter e que precisa colocar em pratica para conseguir tudo o que quiser.

Através de suas explicações baseadas em energia, magnetismo e holismo, a crença é que a mente do ser humano atua como um ímã, capaz de vibrar com força suficiente para atrair objetos e acontecimentos. Em resumo, pensamentos positivos atrairiam experiências positivas – e vice-versa.

Porém, este conceito tira 100% a nossa dependência de Deus e tem feito com que muitas pessoas tenham a ideia de que não precisa mais de Deus. Tudo o que quiserem podem alcançar com o poder do pensamento positivo e a energia do universo.

Mas apenas pela absoluta confiança depositada naquela ideia, somada a absoluta abstinência de dúvida. Ou seja, é impossível duvidar e ter fé ao mesmo tempo.

A palavra fé se relaciona semanticamente com os verbos crer, acreditar, confiar e apostar. Embora estes últimos três não exprimam necessariamente o sentimento de fé, já que abrem parcialmente espaço para dúvidas.

No entanto, se uma pessoa acredita, confia ou aposta em algo, não necessariamente significa que ela tenha fé.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*