De onde surgiu e o que significa o nome Cabo Daciolo?

A aparição do Cabo Daciolo no debate na Band surpreendeu a todos, por conta de sua maneira de falar, do repertório de seu pensamento e, claro, em consequência dos muitos memes e piadas na internet como reflexo de sua fé em boatos e teorias da conspiração.

O cabo do corpo de bombeiros Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, de 42 anos, deputado federal eleito pelo PSOL do Rio (hoje no Patriota), foi pinçado à notoriedade em 2011, quando destacou-se entre as lideranças da greve da corporação no Rio de Janeiro.

Derrotado no primeiro turno das eleições presidenciais esse ano, Cabo Daciolo (Patriota, RJ) resolveu ingressar com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo a anulação dos resultados no último dia 7, alegando que houve “fraude escancarada” nas urnas eletrônicas.

A declaração do Cabo Daciolo apenas reforça o tom de desconfiança envolvendo a utilização das urnas eletrônicas nas eleições do país. Na última quarta-feira (10) ele pediu a utilização de cédulas de papel como alternativa, solicitação que já tinha sido feita pelo candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro, como Projeto de Lei.

“Hoje, depois das eleições, trouxemos mais fatos concretos, provas materiais de que a fraude está escancarada”, disse Daciolo, segundo informações do portal UOL. “Agora eu saio daqui e vou atrás de todos os presidenciáveis porque é inadmissível que eles estejam calados”.

O militar do Corpo de Bombeiros e atual deputado federal que alcançou o sexto lugar no primeiro turno, superando nomes como o de Marina Silva, disse que vai cobrar o posicionamento dos presidenciáveis quanto ao resultado das urnas.

“O próprio Jair Bolsonaro antes do resultado tem vídeos dele falando da fraude, por que agora estão calados, por que agora estão em silêncio? Eu quero saber qual é a posição de todos os presidenciáveis, o que eles têm a dizer do fato de as urnas eletrônicas serem ou não serem fraudulentas”, afirmou Daciolo.

Após a apuração do 1º turno, Jair Bolsonaro amenizou o discurso sobre a possibilidade de fraude, mas sugeriu que os problemas técnicos apresentados em centenas de urnas que precisaram ser substituídas, dificultando a votação dos eleitores, pode ter afetado o resultado final que, segundo ele, poderia ter lhe dado a vitória.

“Não podemos nos recolher. Vamos juntos ao TSE exigir soluções para isso que aconteceu. Foi muita coisa. Tenho certeza, se esse problema não tivesse ocorrido, se tivesse confiança no sistema eletrônico, já teríamos o nome do novo presidente. O que está em jogo é a nossa liberdade”, declarou Bolsonaro.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*